ARTIGO: TERAPIA OCUPACIONAL NO CUIDADO DO PACIENTE COM ALZHEIMER

A TERAPIA OCUPACIONAL INSERIDA NA LINHA DE CUIDADO DO PACIENTE COM ALZHEIMER

ARTIGO: TERAPIA OCUPACIONAL NO CUIDADO DO PACIENTE COM ALZHEIMER

O aumento da expectativa de vida traz a tona novos desafios relacionados as condições degenerativas causadas pelo envelhecimento, em particular a demência.

 

A doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca deterioração global e progressiva de diversas funções cognitivas (memoria, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras). Esta deterioração altera o comportamento, a personalidade e a capacidade funcional da pessoa.  A evolução progressiva da doença é em razão da neurodegeneração, comprometendo áreas de desempenho (atividades de vida diária, atividades de lazer ou diversão, atividades de trabalho e produtivas) nos contextos em que o indivíduo está inserido, gerando déficit no desempenho ocupacional.  

 

Os níveis desta demência compreendem alterações cognitivas em áreas diferentes do cérebro como memoria raciocínio logico, linguagem planejamento dentre outros.

 

Os sintomas do Alzheimer podem ser:

 

- Perda de memoria

 

-Perder objetos pessoais

 

-Dificuldades para completar tarefas

 

-desorientação temporal e espacial

 

-Problemas de linguagem

 

-Alteração de comportamento

 

-agnosia

 

-alterações visuais

 

-problemas de discernimento e julgamento

 

-Insônia

 

A perda da cognição é um dos principais fatores relacionado a redução do desempenho ocupacional do individuo com a doença.

 

Portanto é importante a inserção do Terapeuta Ocupacional na equipe multiassistencial para elaborar proposta terapêutica que possa contemplar essas disfunções através da reabilitação cognitiva, intervenções sensoriais, adaptações e orientações para família e cuidadores a fim de recuperar as funções e estagnação de perdas. A Terapia Ocupacional auxilia o individuo a alcançar seu nível mais elevado de habilidades preservando aspectos cognitivos, sua independência e autonomia.

 

A reabilitação cognitiva é norteada através de avaliações e testes cognitivos validados e padronizados aplicados pelo Terapeuta Ocupacional como MEEM-Mini mental, LOTCA, teste de fluência verbal e do relógio, Medida Canadense do desempenho Ocupacional – COPM e Time Diary, que permitem o diagnóstico mais preciso de déficits em componentes específicos que podem ser estimulados com mais eficiência e foco.

 

A intervenção direta nas disfunções cognitivas estimula a utilização dos mesmos, favorecendo o desempenho ocupacional competente e, portanto, a independência e autonomia por maior tempo do individuo com doença de Alzheimer. A Terapia Ocupacional estimula a capacidade cognitiva através de atividades que propiciam a aquisição, a associação, o armazenamento e a evocação de informações e observação, utilizando exercícios de concentração, percepção e reminiscência. O treino de habilidades funcionais e adaptações também são propostos para realização de atividades importantes no cotidiano.

 

A Terapia Ocupacional exerce um grande papel na Reabilitação do paciente com Alzheimer possibilitando que o individuo tenha melhor desempenho ocupacional nas suas atividades do dia a dia e que permaneça mais tempo independente e autônomo com boa qualidade de vida.

 

 

 

Juliana Borges de Oliveira

 

Terapeuta Ocupacional Crefito 9 6580-TO

 

Especialista em Saúde Mental pela UFMT

 

Especialista em Reabilitação de Membro Superior pela UCB-RJ

 

Servidora efetiva da SES MT – CERMAC

 

Terapeuta Ocupacional da Hotelaria Assistida para Idosos HOME SENIOR


Voltar
Portal Transparência
Boletim Informativo Cartilha de Controle Social Estágio Não Obrigatório De carona com o fiscal

AGENDA DE EVENTOS

MAIS EVENTOS >

O Crefito-9 é mero divulgador do conteúdo publicado aqui: não nos restando responsabilidade, compromisso ou parceria com as publicações.

ENQUETE

Como garantir valorização e dignidade profissional?

Mudanças da legislação

União da categoria

Evitar privatização do SUS

CAMPANHAS E SERVIÇOS DO COFFITO

Transparência Fale Conosco Ouvidoria
Copyright © 2012 CREFITO-9 - CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 9ª REGIÃO